[ | sexta-feira, 29 de março de 2013 | | 2 comentários ]

Sua fábrica está te dando muitas folgas por falta de serviço?! 

Você não sabe como vai sobreviver sem salário?!

Pois hoje vou lhes apresentar o Heikin Chingin (lê-se tingin, t de carioca tá?!)


Na primeira fábrica que trabalhei me deram 1 mês inteiro de folga, ou seja o salário seria nulo já que recebemos por hora trabalhada. Como meu marido já vive há mais de 20 anos no Japão, sabia que tínhamos o direito de receber algum dinheiro mesmo não trabalhando nenhum dia, afinal como pagaríamos as contas e comer, não era nossa culpa não ter serviço. 

Fomos ao Ministério do Trabalho da cidade de Ina e lá o funcionário fez o cálculo de quanto deveríamos receber e nos orientou para pedir o heikin chingin (へいきんちんぎん / 平均賃金) á empreiteira que nos contratou. Obviamente o nosso tantousha fingiu não ter conhecimento sobre o assunto mas o contador que estava lá na hora disse que tínhamos o direito sim. Sim, direito pois está nas Leis trabalhistas do Japão. 

Mais tarde, quando fiz o curso de japonês do JICE tivemos palestras sobre o assunto e lá também foi abordado esse tema e a maioria da classe não sabia que isso existe, pessoas que estão no Japão há anos desconhecem essa lei que é válida para nós estrangeiros também! Então resolvi fazer essa postagem para tentar ajudar alguém que possa estar passando por dificuldades.

Heikin Chingin quer dizer salário médio e está prescrito no artigo 12 da Lei n º 49 de 1947 do Japão. 
É feito o seguinte cálculo: salário dos últimos 3 meses dividido pelos dias trabalhados = média salarial. Caso não tenha trabalhado 3 meses, eles usam como base o salário que está no contrato.

O Heikin Chinkin por falta de serviço equivale á 60% do teidi.

Nós recebemos o Salário Médio naquele mês.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Muito bom amiga !! Eu tambem ja fiz uso e realmente temos muitos direitos que desconhecemos. Super bjs

    ResponderExcluir
  2. Muito bom post.

    Tem muito brasileiro que está aqui desde sempre e ainda não conhece os próprios direitos!!

    bjuss

    ResponderExcluir

A Carioca por e-mail

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner